SP Center Car Serviços

Funilaria, Pintura, Cristalização, Polimento e muito mais para seu carro.

São Paulo,  

SP CENTER CAR - FAQ - Perguntas mais freqüentes

"Seu espaço para tirar dúvidas"

1 PROBLEMAS COMUNS NA REPINTURA
2 HIGIENIZAÇÃO INTERNA DE CARROS
3 PERSONALIZAÇÃO
4 PÁRA-CHOQUES
5 FUNILARIA
6 PINTURA
7 MARTELINHO DE OURO
8 POLIMENTO E CRISTALIZAÇÃO


PROBLEMAS COMUNS NA REPINTURA

1. Problemas de repintura tais como casca de laranja, enrugamentos, perda do brilho, trincamento, diferença de tonalidade, tem solução
R: Sim, problemas como esses, freqüentemente acontecem na repintura do automóvel, muita vezes em algumas peças ou com menor freqüência no veiculo inteiro. Veja mais detalhes com fotos, sobre a solução de mais de 15 problemas causados na repintura do veiculo...
Clique e saiba mais...

VOLTAR AO TOPO


HIGIENIZAÇÃO INTERNA DE CARROS

1. É possível eliminar odores de urina de animais do banco do meu veículo?
R: Usamos um produto importado da Jonhson’s & Jonhson que foi desenvolvido exatamente para limpeza de estofados, eliminando qualquer tipo de odor.

2. Elimina-se manchas de molhos como de Ketchup, mostarda e outros tipos de molho?
R: Sim, o produto usado para fazer Higienização Interna de Veículo, elimina qualquer tipo de manchas dessa natureza em carpetes e/ou estofados.

3. A Higienização Interna de um veículo que sofreu alagamento, traz bom resultado?
R: Apesar de ser bem mais detalhado, esse tipo de serviço fica tão bom quanto os feito em carros que não foram alagados. Com a troca do feltro e a desmontagem dos bancos e carpetes a qualidade do serviço fica excelente.

4. É possível fazer higienização em bancos de couro?
R: Sim, além da higienização que elimina toda a sujeira que ficou fixada com o passar do tempo, é feita também uma hidratação do couro, mantendo-o sempre com aparência de novo.

5. As manchas de fumaça de cigarro que ficam no forro do teto, também são retiradas com a higienização interna?
R: Sim, a higienização interna completa (recomendável) consiste em higienizar todos os bancos, os forros laterais, o carpete do assoalho, o forro do teto, o painel e o porta-malas, sendo assim, é eliminada qualquer mancha que existam nessas partes.
Clique e saiba mais...

VOLTAR AO TOPO


PERSONALIZAÇÃO

1. Em que consiste uma personalização?
R: Em muitos casos os carros têm seus pára-choques, maçanetas e espelhos retrovisores na cor preto fosco; pintar essas peças na mesma cor do veiculo é o que chamamos de personalização.

2. As peças que precisam ser personalizadas, são de plástico, é possível fazer a pintura e deixar com a mesma aparência do carro?
R: Sim, o processo feito na pintura de plásticos é diferente do processo usado na pintura de metal. Mais com a combinação certa de materiais usados nesse processo o plástico fica com a aparência igual a do metal do carro.

3. Nos casos de personalização de maçanetas, é necessária a desmontagem das mesmas?
R: Para obter qualidade neste serviço é necessária a desmontagem.

4. Em casos de compras de acessórios, como spoilers, aerofólios, saias entre outros, é possível fazer a personalização dessas peças?
R: Nas peças e acessórios comprados separadamente do veículo, é usado o mesmo processo de uma personalização de uma peça original, o cuidado a ser tomado nesse caso é se a peça tem um molde e encaixe perfeito para a instalação no veículo.

5. Não fica nenhuma diferença de cor das peças personalizadas em relação ao restante do veículo?
R: O processo usado na escolha da tinta é o mesmo usado para pintura do automóvel. A tinta usada é a original do carro e manipulada por um colorista em caso de qualquer diferença.
Clique e saiba mais...

VOLTAR AO TOPO


PÁRA-CHOQUES

1. É possível recuperar um pára-choque trincado em varias áreas?
R: Trincados ocorridos em estacionamentos e até mesmo no trânsito, é possível recuperar-se. Neste caso como foram feitos reparos em varias áreas da peça, é recomendável a pintura da peça inteira.

2. Meu pára-choque sofreu uma “encostada”, e ficou apenas amassado, não estragou a tinta, tem recuperação sem a necessidade de pintar?
R: Por algum motivo a tinta não trincou ou arranhou na colisão, mas no processo de recuperação mesmo com o aquecedor térmico, é provável que a tinta trinque, precisando do retoque ou da pintura da peça inteira. (Para este caso é necessário uma melhor avaliação)

3. É possível recuperar também a parte fosca do pára-choque?
R: O processo usado na parte fosca de qualquer pára-choque,é o mesmo usado na parte pintada, a diferença fica apenas na pintura que é usada a tinta preta fosca.

4. Meu pára-choque sofreu uma colisão e esta faltando um pedaço, é possível recuperar?
R: A recuperação de um pára-choque faltando um pedaço é possível, fazendo um enxerto, com uma manta de fibra, deixando-o com a aparência de novo.

5. Não é mais vantajoso trocar o pára-choque ao invés de recuperá-lo?
R: Optando pela recuperação você também estará optando pela economia de ate 80%, em relação ao valor de uma peça nova. (Esta sugestão é aplicada para carros importados, cujos valores envolvidos, às vezes são dispendiosos).

6. Qual é a vantagem de personalizar as peças pretas do meu carro?
R: Um carro com as peças pretas, com o passar do tempo fica com um aspecto de “velho” ou “mau cuidado”, e isso pode ser transformado em prejuízo na hora da venda. Já um carro com as peças personalizadas, está sempre com um aspecto de novo e isso pode valorizar ainda mais seu veículo na hora da venda.

7. Qual é o procedimento usado para a personalização das peças pretas do carro?
R: As peças são lixadas por completo e recebem o prime promotor (que serve como um componente de ligação entre as peças e a tinta) para prevenir que a tinta descasque, após o primer é aplicado o fundo e finalmente a tinta e o verniz.

8. Qual é a importância de usar um primer promotor de alta qualidade? Um primer mais barato não exerce o mesmo efeito no serviço?
R: Para um serviço de boa qualidade é necessário o uso de material de boa qualidade. O uso de material de baixa qualidade reflete num serviço de baixa qualidade, acarretando assim um gasto desnecessário em refazer o serviço. Esse é um daqueles casos em que o barato sai caro.

9. O que pode ter ocasionado o trincamento da pintura do pára-choque do meu veículo?
R: Existem inúmeros fatores que poderiam ter ocasionado o trincamento na pintura do pára-choque do seu veículo. O uso do material com pouca qualidade, uma pequena colisão, a manutenção indevida, mas um diagnóstico detalhado de um orçamentista apontará uma solução rápida e econômica para esse problema.

10. Qual é o impacto visual causado por um carro personalizado?
R: Tendo como referência um carro com as peças pretas você nota que o personalizado está sempre com aspecto de novo enquanto num curto período de tempo as peças pretas ficam esbranquiçadas com a ação do tempo e produtos, deixando o carro com aspecto de velho e mau cuidado, mesmo que seja novo e bem cuidado.

11. Eu comprei uns apliques para meu carro, para deixá-lo com um visual mais “tuning”, é possível pintar esses apliques na cor do carro?
R: Sim. O procedimento usado é o mesmo de uma personalização comum, com esses apliques seu carro ficará com um visual muito mais agressivo.

12. Os pára-choques do meu carro estão com a cor diferente do restante do carro, qual é a melhor solução para esse problema?
R: O melhor a fazer é mandar pintá-los outra vez com a cor certa. Existem hoje oficinas com colorista para acertar qualquer diferença que a tinta possa apresentar.

13. Qual é a vantagem de conservar meu carro sempre bem arrumado?
R: Seu carro é um dos seus patrimônios, mantê-lo em ordem pode trazer vantagens na hora de um negócio (venda) além de espelhar a imagem do seu dono.

14. Por que devo manter meu utilitário em ordem se eu o uso apenas para o meu trabalho?
R: Além de ser uma ferramenta muito útil, seu utilitário também representa sua empresa.

15. É possível a restauração de um pára-choque trincado?
R: Sim, existe hoje um aparelho de solda plástica que é bastante utilizado na restauração de pára-choques.

16. É possível recuperar um pára-choque faltando um pedaço?
R: Se for um pedaço relativamente médio, é possível recuperá-lo com fibra e deixá-lo inteiro.

17. Meu pára-choque está quebrado em varias partes, é possível recuperá-lo?
R: O indicado nesse caso, é fazer uma avaliação do estado do mesmo, em 95% dos casos é possível a recuperação.

18. É possível a restauração de um pára-choque trincado?
R: Sim, existe hoje um aparelho de solda plástica que é bastante utilizado na restauração de pára-choques.

19. Quais são os cuidados que devo tomar para não perder a garantia do serviço?
R: A garantia oferecida é a do serviço, caso você esteja tomando todos os cuidados ao dirigir e ao manobrar e estacionar o carro, vale a garantia. Mais se você encostar ou alguém encostar em seus pára-choques e estragar o serviço, não vala a garantia.

20. Qual é o tipo de conserto mais importante que deve ser feito nos pára-choques?
R: Por se tratar de uma peça de segurança, todo e qualquer tipo de conserto é importante para os pára-choques.

21. É possível manter o pára-choque preto com aparência de novo?
R: Com o uso de produtos de alta qualidade é possível mantê-lo sim com aparência de novo, mais com o passar do tempo será necessária a pintura do mesmo.

22. Qual é o problema que pode me trazer um pára-choque frouxo?
R: Além da estética o pára-choque é uma peça para segurança, por isso mantê-los em perfeita ordem é tão importante.

23. O que pode causar barulho no pára-choque?
R: Talvez esteja mal encaixado ou com algum parafuso ou presilha faltando, localize e resolva esse problema o mais rápido, itens de segurança como os pára-choques não podem ficar em segundo plano.

24. É necessária a troca de um pára-choque amassado?
R: É possível a recuperação em alguns casos proporcionando até 60% de economia em relação à troca.

25. Deixar os pára-choques desalinhados pode trazer algum problema?
R: Pode, pequenos ruídos, entortamento da peça entre outros problemas podem ser facilmente evitados com o alinhamento dos pára-choques.

26. O pára-lama do meu carro ficou com um degrau em relação da porta depois que eu troquei, qual é a solução para esse problema?
R: A peça trocada foi mal alinhada, o alinhamento da mesma resolve esse problema.

28. A má fixação dos spoilers pode causar ruídos?
R: É provável que a ma colocação dos spoilers esteja causando esse barulho, a recolocação poderá eliminar esse barulho.

29. Existe solução para os arranhões que ficam na parte inferior?
R: Se os pára-choques forem muito baixos, a melhor solução é a constante manutenção e o cuidado ao dirigi-lo.

30. Qual é a diferença de qualidade entre uma peça original e outra paralela?
R: Algumas peças têm a mesma qualidade da original, é preciso prestar atenção na hora da troca.

31. Qual é a vantagem de optar pela peça paralela?
R: Ao optar pela peça paralela, você estará optando pelo menor preço com a mesma qualidade.

32. Qual é minha vantagem financeira em recuperar meu pára-choque importado?
R: Além de manter a originalidade do seu veículo você tem uma economia de até 70% em relação à troca.

33. Vale a pena recuperar ao invés de trocar?
R: Algumas peças nacionais têm um custo muito baixo e vale a pena à troca, mais outras é mais interessante recuperá-las e gastar menos.

34. Numa área superior a 50% do tamanho, é melhor fazer a repintura completa. É preciso pintar inteiro um pára-choque ralado apenas na ponta?
R: Não. Um retoque localizado resolve esse problema com um custo mais baixo.

35. É possível tirar um amassado em linha com a técnica do Martelinho de Ouro?
R: Se não forma nenhum vinco a técnica do Martelinho de Ouro deixará o amassado imperceptível.

36. Como encontrar uma peça de carro antigo?
R: Nos encontros e eventos de carros antigos, vão várias pessoas que sabem onde encontrar qualquer peça.

37. É possível restaurar um pára-choque cromado de um carro antigo?
R: Sim, dependendo do estado a recuperação é rápida, ou prensa na forma novamente e a peça recebe um novo banho de cromo.

38. Qual é o problema que a repintura pode trazer para meu veículo?
R: Um dos problemas mais comuns na repintura é a diferença de tonalidade, mas existem muito mais.

39. Um barulho na porta do veículo pode ser um problema de fixação?
R: É provável que alguma peça solta dentro do forro pode causar esse barulho, a fixação da mesma elimina esse problema.

40. Um pára-choque de plástico amassado também tem recuperação?
R: Sim, com o aquecimento térmico volta-se o plástico na posição original e faz-se um retoque ou a pintura da peça inteira, se houver necessidade.

41. Existe alguma maneira de diminuir os riscos que aparecem nos pára-choques?
R: Sim, a instalação de frisos ou borrachões nos pára-choques diminui consideravelmente esses riscos, e os frisos podem ainda serem personalizados melhorando a estética do seu carro.

42. O pára-choque recuperado do meu carro esta desalinhado em relação ao capo e pára-lamas , isso é um problema de funilaria?
R: Sim, o alinhamento perfeito faz parte de uma funilaria perfeita.

43. Qual é a função do pára-choque em relação a segurança?
R: Como o próprio nome diz, o pára-choque serve como amortecedor de impacto, tanto quando as partes interna a alma de aço e isopores.

44. Será usada massa plástica no ralado do meu pára-choque?
R: Não. Existe hoje um outro produto a base de poliester para acabamentos, deixando imperceptível o serviço feito.

45. Na remoção do meu pára-choque foram quebradas algumas presilhas, é seguro usar mesmo faltando algumas?
R: As presilhas foram desenvolvidas para proporcionar segurança e alinhamento para os pára-choques, por isso é necessário o uso de todas as presilhas.

46. É possível alinhar um pára-choque sem esses guias?
R: Não, sem os guias o funileiro ou o montador nunca atingirá 100% de perfeição no alinhamento dos pára-choques.

47. Qual é o processo usado na restauração de um pára-choque sem um pedaço?
R: A parte em que falta esse pedaço é preenchida com fibra de carbono, feito o acabamento e a pintura ou retoque da peça.

48. Essas peças de isopor que ficam entre a alma de aço e a capa do pára-choque são realmente necessárias?
R: Sim, essas pecas de isopor são essenciais para a proteção no caso de alguma colusão.

49. Eu perdi um pedaço do meu pára-choque na estrada, é possível recuperar meu pára-choque mesmo sem esse pedaço?
R: Faça uma avaliação para ver se nesse caso é possível, se for, você vai fazer uma economia de até 70% do valor de um novo.

50. Qual é a vantagem de recuperar e não trocar meu pára-choque importado?
R: Ao escolher a restauração, você estará escolhendo fazer uma economia de até 70% em relação a troca.

51. É possível recuperar meu pára-choque cromado que já esta descascando?
R: Sim, um novo banho de cromo resolvera esse problema.

52. É necessário deixar o veiculo para o concerto do pára-choque, eu não posso usar o carro?
R: Não necessariamente, mais é aconselhável deixar o veículo para qualquer alinhamento ou eventualidade.

53. É possível recuperar um pára-choque trincado de uma blazer?
R: Sim, o procedimento usado é o mesmo que usamos para carros “populares”

54. Qual é o cuidado que eu preciso tomar ao estacionar um veículo?
R: Se for uma vaga de estacionamento proteja as paredes e pelares com pneus e borrachas, para proteger os pára-choques.

55. É seguro rodar com os pára-choques apenas encaixados, sem apertar os parafusos?
R: Os pára-choques são peças de seguranças, não aceite “gambiarras”, concerte-os com todos os parafusos e presilhas que precisar.

56. É seguro andar com os pára-choque mal encaixados?
R: Não, com as vibrações causadas pelo motor e buracos na rua, você está correndo o risco de soltar o pára-choque e causar algum acidente.

57. Qual é a função dos pára-choques no veículo?
R: Os pára-choques servem para a proteção em casos de colisões além de promover a estética do veículo.

58. Por que os pára-choques ficam esbranquiçados?
R: A ação do tempo deixa os pára-choques esbranquiçados, a personalização é a melhor saída para esse problema.

59. Qual é o cuidado que eu preciso tomar com meus pára-choques off-road?
R: Verifique se eles estão bem firmes e alinhados, faça sempre a manutenção necessária.
Clique e saiba mais...

VOLTAR AO TOPO


FUNILARIA

1. É possível recuperar uma peça “rasgada” ou “cortada” com a colisão?
R: Chamada de “funilaria pesada”. Essa peça é recuperada com ferramentas adequadas e um profissional experiente e capacitado.

2. É possível fazer funilaria de um veiculo blindado?
R: Sim, com uma ferramenta eletromecânica, que faz a funilaria externa, sem a necessidade de desmontagem da peça.

3. Qual é a vantagem de recuperar uma peça avariada ao invés de trocá-la?
R: As vantagens são inúmeras (se for possível a recuperação), uma das mais importantes é a economia feita pelo cliente, em até 60%, além de manter a originalidade do veículo e, utiliza menos tempo do que na troca da peça.

4. É possível fazer funilaria em uma peça de plástico?
R: Sim, a recuperação de uma peça de plástico é feita com o mesmo processo usado na recuperação de pára-choques
Clique e saiba mais...

VOLTAR AO TOPO


PINTURA

1. É possível pintar uma peça fosca e de plástico e deixá-la brilhando como o restante do veiculo?
R: Sim, usando-se material apropriado (nesse caso o primer promotor de plástico), o pintor consegue fazer qualquer tipo de pintura personalizada e na cor do veículo.

2. Meu veiculo esta com uma peça de cor diferente das demais (defeito de um serviço anterior), é possível concertar esse defeito sem ocasionar uma outra diferença de tonalidade?
R: Sim, pintando essa peça com a tinta original do veículo e, se houver necessidade, com a manipulação de nosso colorista.

3. Foram pintadas algumas peças do meu veículo a poucas semanas e, as mesmas estão com menos brilho que as demais, seria isso um defeito de pintura?
R: Isso ocorre devido ao material usado de secagem rápida, é muito natural acontecer na evaporação do solvente no verniz. Com o re-polimento das peças pintadas é rapidamente solucionado esse problema.

4. Pintura trincada tem solução?
R: Sim, com a remoção da pintura e de todo o material até a lata, e com a aplicação de um material de melhor qualidade.
Clique e saiba mais...

VOLTAR AO TOPO



MARTELINHO DE OURO

1. Como é possível desamassar a lataria do meu carro, sem precisar pintar?
R: Através de ferramentas e acessórios (artesanais) e por profissionais que foram treinados para essa finalidade.

2. Amassados de qualquer tamanho são resolvidos pela técnica do martelinho?
R: Com muita freqüência os pequenos amassados são solucionados com rapidez e por baixo custo, e representa mais de 90 % das ocorrências de amassados que não teve o trincamento da pintura.

3. Em quais peças são mais freqüentes o aparecimento desses pequenos amassados?
R: Normalmente eles ocorrem por conta de eventualidades, como batidas de porta, objetos que caem sobre o capo e teto, pressões indevidas na lateral e, outras situações que nem sempre causam danos a pintura do veículo.

4. Quando temos chuva de granizo, qual o resultado do martelinho?
R: Após avaliação detalhada, é possível se eliminar a maioria dos amassados provocados pela chuva de granizo com resultado excelente.

5. O que é martelinho de ouro?
R: Martelinho de ouro é a técnica de desamassar sem danificar a pintura.

6. Quais são as peças que podem ser aplicados o martelinho?
R: Todas. Capo, pára-lama, portas, teto, tampa traseira, laterais e pára-choque.

7. Quando os amassados estão embaixo de travessas é possível desamassar (capo, portas e teto)?
R: Sim, com a ferramenta apropriada é possível o acesso a essas áreas.

8. Quando o amassado é causado por batida de frente e desloca o painel dianteiro é possível ser feito o martelinho?
R: Sim, se a tinta estiver intacta é possível.

9. Com a batida o capo dobrou, é possível ser feito martelinho?
R: Sim, com aquecedor térmico e as ferramentas apropriadas pode ser usada a técnica de martelinho de ouro.

10. Quando o amassado está na região onde tem barra de proteção é possível fazer martelinho?
R: Sim, com uma análise mais detalhada “o martelinho” saberá quanto tempo será gasto no serviço.

11. Quando o carro passa por uma chuva de granizo é possível usar a técnica do martelinho?
R: Sim, embora nesses casos o serviço tome um pouco mais de tempo, vale a pena manter a originalidade do veículo com essa técnica.

12. Sentaram no capo e ficou ondulado, o martelinho resolve esse problema?
R: Sim, mesmo estando na região de travessa é possível usar a técnica do martelinho de ouro.

13. Puxaram a porta e saiu do alinhamento é possível ser feito o martelinho?
R: Sim, em muitos casos é possível realinhar sem ofender a tinta. É recomendável uma melhor análise com um orçamentista.

14. Quando as laterais do carro sofrem pequenas batidas de porta (shopping, estacionamento, etc.) é possível ser feito o martelinho de ouro?
R: Sim, com o uso das ferramentas certas, a iluminação adequada, é possível chegar a um resultado bom.

15. Quando o amassado deformou o vinco, pode ser usada à técnica do martelinho de ouro?
R: Uma analise da área é necessária pois, nem todos os casos, é possível usar essa técnica.

16. Quando o amassado atinge também o verniz é possível fazer martelinho?
R: Sim, um serviço combinado é a melhor solução neste caso (desamassamento + reinvernizamento).

17. Quando a chapa dobra, mas não danifica a pintura é possível ser feito o martelinho?
R: Não, porque quando a chapa for esticada a tinta se romperá, a solução desse caso é a funilaria e pintura ou retoque.

18. É possível ser feito o martelinho de ouro em carros blindados?
R: Sim, com ferramentas de cola (kobaiache,ventosa e outras), é feito o martelinho pelo lado externo da peça.

19. Quando o amassado for no teto e a forração for colada, como é feito o martelinho?
R: A forração é descolada para o acesso a chapa, feito o serviço a forração é novamente montada com o mesmo material.

20. Quando o amassado estiver em região aonde não tem acesso (laterais, colunas, travessas, etc), é possível ser feito o martelinho?
R: Sim, o sistema usado é o mesmo sistema usado em carros blindados (cola, ventosa).

21. O aquecimento usado para ser feito o martelinho não queima a pintura?
R: Não, o aquecimento não chega a um grau tão alto, mas é suficiente para o amolecimento da peça.

22. Eu fiz um martelinho e o serviço ficou tremido, porque?
R: A falta de técnica e prática resulta no serviço de baixa qualidade. As ferramentas apropriadas, a lâmpada, são essenciais para um serviço de alta qualidade.

23. O serviço de martelinho de ouro mancha a pintura?
R: Não, nenhum tipo de solvente é usado nessa técnica, a pintura não é alterada.

24. A técnica de martelinho de ouro pode ser usada em pára-choque de plástico?
R: Sim, com aquecimento na medida certa, não agredindo o verniz nem a tinta, consegue-se um serviço de alta qualidade.

25. O martelinho pode ser feito em pára-choques cromados?
R: Sim, com ferramentas apropriadas, técnica e pratica é possível ser feito o martelinho em peças cromadas.

26. Quando o amassado for perto do vidro, pode-se trincar o mesmo?
R: Não, é mais provável que o que causou o amassado trinque o vidro, a técnica de desamassamento é feita manualmente e cautelosamente, diminuindo a probabilidade de isso ocorrer.

27. Quando o amassado for em regiões que é necessário a desmontagem da forração (porta e laterais) é possível que depois da montagem apareçam barulhos?
R: Não, a desmontagem e a montagem são feitas com extrema cautela para que isso não ocorra.

28. Com o amassado o borrachão acompanhou a ondulação, ele volta a sua forma original ou é necessária à troca do mesmo?
R: O borrachão é fixado na lataria, uma vez eliminado a ondulação da lataria, o borrachão também volta a sua forma original.

29. Quando a pintura está opaca (queimada pelo sol ou sereno) é possível fazer martelinho?
R: Sim, a região é polida devolvendo o brilho da pintura.

30. Em amassados em caixa de ar (soleiras) e possível fazer martelinho?
R: Sim, com sistema de ventosa, cola ou outro acesso alternativo.

31. O carro 0Km perde a garantia de fábrica ao fazer o serviço de martelinho de ouro?
R: Não, o sistema de martelinho de ouro mantém a originalidade de fabrica, não ofendendo a pintura.

32. O martelinho pode ser feito em peças de alumínio?
R: Sim, a técnica usada e a mesma tanto para peças de ferro, alumínio ou plástico.

33. Na batida amassou meu pára-lama de plástico, é possível fazer o martelinho?
R: Neste caso uma avaliação detalhada de um orçamentista indicara o melhor a ser feito; na maioria dos casos e possível ser feito o martelinho.

34. O amassado esta embaixo do emblema, pode ser feito martelinho?
R: Sim, e removido o emblema, feito o martelinho e reinstalado o emblema na sua posição original.

35. E longarinas é possível fazer martelinho?
R: Sim, um alinhamento técnico com aquecimento da peca, retornara a mesma ao seu lugar de origem.

36. O martelinho agride detalhes originais (vedação, soldas, etc.)?
R: Não, a diferença entre o martelinho, e uma funilaria convencional e que o martelinho preserva a originalidade em todos os aspectos.

37. Com a batida o farol entrou em desalinhamento com o capo, pára-choque e pára-lama; o martelinho também resolve este tipo de problema?
R: Sim, o que esta desalinhado é o painel, uma vez alinhado essas pecas voltarão ao seu alinhamento.

38. O martelinho alinha portas e colunas?
R: Sim, com ferramentas e aquecimento apropriados, essa técnica também é aplicada em tampas de porta malas e capôs.

39. O martelinho deixa algum vestígio de que foi feito algum tipo de serviço no veículo?
R: Não, o martelinho bem feito mantém a total originalidade do veiculo, valorizando-o futuramente num negócio.

40. O serviço de martelinho de ouro tem um custo alto?
R: Não, comparado ao serviço de funilaria e pintura, o tempo e o custo são menores alem de manter a originalidade do veiculo.

41. O que compensa mais? Martelinho de ouro ou a funilaria convencional?
R: Se você tiver como opção o martelinho de ouro, faca essa escolha, esse serviço e mais rápido, econômico, limpo e mantém a originalidade do seu carro.

42. Posso confiar em todas as prestadoras de serviço de martelinho de ouro?
R: O aconselhável e fazer uma pesquisa das empresas pré-selecionadas, observando a qualidade e seus serviços. Nossa empresa atua nesse ramo a mais de 16 anos, tendo assim, um grande valor no mercado.

43. Quando o amassado é causado por raspão de moto, deixando um amassado em linha, é possível usar o martelinho de ouro?
R: Nesse caso o recomendável é uma analise mais detalhada, de um orçamentista, do acesso à região amassada.
Clique e saiba mais...

VOLTAR AO TOPO


POLIMENTO E CRISTALIZAÇÃO

1. As entradas de portas também são polidas?
R: Sim. Nós damos muita atenção sobre todas as partes pintadas.

2. São deixados resíduos de polidores junto as borrachas dos vidros?
R: Não. Todos os resíduos são eliminados pela nossa lavagem.

3. As borrachas dos vidros são limpas e ficam desengorduradas?
R: Exatamente. É aplicado um produto que limpa e ao mesmo tempo hidrata as borrachas.

4. As borrachas, após o polimento ficam com aspecto esbranquiçado. Porque?
R: Nós eliminamos esse esbranquiçado com uma massa apropriada para limpeza e hidratação e as mesmas ficam inteiramente pretas.

5. Meu carro tem borrachas com as pontas rasgadas, o que devo fazer?
R: Quanto à parte rasgada, recomenda-se a troca.

6. Sobre borrachas desalinhadas e não fixadas vocês dão qual tratamento?
R: Em nosso polimento, fazemos inclusive uma revisão das borrachas e sua melhor fixação se for o caso.

7. Fiz um polimento, e o mesmo deixou todos os frisos e borrachas, das portas, brancas e em alguns frisos a politriz queimou ou desgastou as borrachas.É possível resolver?
R: Isso é possível se evitar com a proteção, do uso de fitas adesivas em todos os frisos e borrachas.

8. No polimento feito no meu carro, deixaram os pára-choques mau polidos, é possível resolver?
R: Sim. Basta haver uma maior aplicação nas peças baixas, inclusive as caixas de ar, abaixo das portas.

9. A tonalidade, dos meus pára-choques, está muito fora da cor, resolve com um polimento?
R: Não. Após melhor aplicação acredita-se que, somente com uma repintura resolva.

10. Meus pára-choques estão foscos, tem solução?
R: Sim. Com um polimento é possível se resolver.

11. Nossos pára-choques estão com alguns problemas de repintura e um conserto na parte plástica, e os mesmos são de uma Blazer importada, vocês fazem esse trabalho?
R: Sim. Principalmente pára-choques de carros importados, as vezes, indisponíveis no mercado. Sobre este item saiba mais.

12. Os frisos e borrachas são protegidos no polimento?
R: Sim. Protegemos com fita adesiva e posteriormente fazemos a higienização dos mesmos.

13. O meu friso foi quase descolado no meu último polimento, o que acabei sem saber, comprando outros frisos, não corro esse risco?
R: Obviamente que não, pois tomamos todos os cuidados, e nossos polidores são treinados.

14. Existem alguns frisos que estão mal colados e/ou fixados, é possível fazer uma revisão?
R: Perfeitamente, inclusive faz parte de nosso check list de acabamento e polimento.

15. Meu borrachão da porta do motorista, depois da batida, nunca ficou perfeito. É possível dar um jeito?
R: Conseguimos consertá-lo trocando-se, ou as buchas, ou com fita dupla face, ou após melhor avaliação, substituindo por outro friso novo.

16. No polimento é feito algum serviço nos vidros do carro?
R: No nosso polimento, nós fazemos a limpeza total dos vidros internos e externos com produto apropriado.

17. É possível se tirar riscos nos vidros?
R: Sim. Temos empresas parceiras que fazem esse polimento de eliminação de riscos dos vidros.

18. Meu vidro, quando viajo, ficam embaçados em dias de chuva. Tem alguma saída para este problema?
R: Sim. No mercado existem produtos excelentes para este problema, aqui na SP Center fazemos também a sua aplicação.

19. A cristalização de vidros é recomendável?
R: Sim. Nós aplicamos cristalizador nos vidros e os mesmos ficam impermeabilizados principalmente para a poeira de rua.

20. Passar cera nos vidros é recomendável?
R: Não. Isso é uma contradição à própria limpeza e transparência dos vidros, para a impermeabilização utilizamos um cristalizador para vidros.

21. As minhas maçanetas após o enceramento, sempre ficam com as entradas com acumulo de cera, como resolver?
R: Isso é prejudicial à pintura, pois determinadas ceras são abrasivas, o que poderá ocorrer um prejuízo a pintura daquelas partes.

22. Devido a freqüência do uso das maçanetas, as mesmas internamente ficam riscadas pelas próprias unhas, o que devo fazer?
R: Inicialmente com um polimento deve-se resolver e/ou apenas com a repintura dos locais afetados.

23. Mandei personalizar as maçanetas com um outro padrão de textura, é possível se resolver?
R: Sim. Através da desmontagem e polimento e, se necessário até uma reinvernização das mesmas.

24. Como posso resolver? Minhas maçanetas ficam sempre esbranquiçadas.
R: A melhor solução é personalizá-las na cor do seu carro.

25. Não havendo interesse de personalizar, existe algum produto que resolva o esbranquiçado das maçanetas?
R: Sim. Leia mais sobre este produto, temos todas as dicas a respeito.

26. As entradas de portas ficam sempre com aspecto diferente, é possível ficar com o mesmo brilho?
R: Sim. A boa técnica de polimento recomenda que se faça estas partes com o mesmo capricho.

27. Os capôs e as tampas traseiras também nas suas bordas internas, ficam com este aspecto diferente, o que fazer?
R: Polir estas áreas por completo é fundamental.

28. Via de regra, capôs e tetos, na maioria das vezes, parecem peças desgastadas com o tempo, o que fazer?
R: Duas peças que, devido aos efeitos dos raios solares (ambas estão com a face voltada para o sol) no que causa um envelhecimento mais acentuado do que as demais peças. Para estas peças recomenda-se um polimento “light” e criterioso.

29. No meu carro ficaram visíveis riscos circulares (parecem teias de aranha) como posso resolver?
R: Com a utilização de produtos de marca, como 3M e/ou Meguiar’s obtem-se um brilho intenso sem a formação desses riscos circulares e sua eliminação completa se dá com a utilização de uma boina de espuma (preferivelmente da 3M).

30. Existe um aferidor de brilho para checar a sua intensidade? Pois meu carro é semi-novo e está com o brilho muito baixo?
R: Utilizamos um aparelho, “Gloss-checker” que mede a intensidade do brilho de superfícies polidas como o mármore, o mesmo revela inclusive a necessidade de fazer um polimento.
Clique e saiba mais...

VOLTAR AO TOPO

ENDEREÇO
Rua Cruzeiro, 829 - Barra Funda - São Paulo - SP - Cep: 01137 - 000
Telefones: (0xx11) 3392 - 2557 / 3392-1215
E-mail: spcentercar@spcentercar.com.br
MAPA DE LOCALIZAÇÃO - CLIQUE AQUI E VEJA

Mapa localizacao
Promocao Ebook

Mapa site
Funilaria E pintura
Economia na Oficina
Curso de Martelinho
Processo Inovador
SP Center

Versão 2008

® 2008 Política de Privacidade - Todos os direitos reservados - Design by Imagem & Idéia